quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Camaçari: Cantor Luiz Caldas canta música "proibida" e perde 30% do cachê.


image
Durante show em Camaçari, cantor Luiz Caldas descumpre acordo e canta música “Nega do cabelo duro”, considerada ofensiva às mulheres. Por ter desrespeitado o acordo feito com a coordenação de eventos da Prefeitura de Camaçari, que o orientou a não executar a música "Nega do Cabelo Duro", cuja letra apresenta cunho racista e depreciativo às mulheres negras, o cantor Luiz Caldas será penalizado com a perda de 30% do valor seu cachê. A informação foi dada - nesta quarta-feira (21/12) - pela deputada estadual Luiza Maia, presidente da Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e primeira-dama do município. Ela e o colega Bira Corôa, que lidera o colegiado de Promoção da Igualdade da AL-BA, vão apresentar moção de repúdio contra o artista.   Segundo Maia, que é autora do polêmico Projeto de Lei (PL) antibaixaria, a canção em questão "abala a auto-estima da mulher negra, internalizando no imaginário coletivo a imagem de que ela é, entre outras coisas, feia e desleixada, o que se constitui também como uma forma de violência simbólica".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desfile cultural Em Ichu (semana cultural 2011)

Terceiro Arraiá da Independente FM